Obrigado ❤

Todos temos sonhos, todos queremos fazer algo que nos preencha, que nos complete. 
Uns sonham em jogar à bola, em ter uma grande profissão, em ter um bom salário, e outros em fazer tudo, por vezes até o impensável  para salvar a sociedade, para estar do lado da população. 
Ser bombeiro é algo que não se explica, sente-se. 
Sente-se orgulho em vestir todos os dias a camisola, estar do lado da população, apoiar quem mais precisar em momentos difíceis. 
Muitos pensam que ser bombeiro é como ser um super herói, daqueles que entram pelas nossas televisões a dentro, que existem nos filmes, nos desenhos animados. Acreditem que não é. 
Diferenças entre eles ? Muitas ! 
Os bombeiros são tem sentimentos, também sofrem, também choram nos momentos difíceis, também tem as suas dificuldades, os bombeiros são seres humanos.
É estranho o que se sente quando se ouve a sirene a tocar, mesmo passado tantos anos, sente-se um misto de emoções. 
Adrenalina por irmos a "correr" para salvar algo ou alguém, preocupação por não sabermos o que vamos encontrar,  e alguma tristeza, pois deixamos os nossos em casa preocupados. 
É verdade que o toque da sirene não escolhe hora uma hora, por vezes até é naquele dia que não queres ser incomodado, que queres estar junto dos teus. Mas quando ouves aquele toque, aquele simples toque o que fazes ? Largas tudo... pedes desculpa por partires mais uma vez, por deixares tudo para trás... partes com medo do que vais encontrar, mas prometes que vais voltar são e salvo... mesmo que te despesas como se fosse a ultima vez.
Quando se chega ao quartel... a preocupação aumenta.. entramos dentro do carro.. e na nossa cabeça fazemos todos os filmes possiveis e imaginarios do que iremos encontrar quando chegarmos ao local.. E apesar de pensarmos em muitos casos possiveis quando chegamos ao local nada é como imaginámos pelo caminho. 
Saimos do carro, prontos a ajudar, aliás essa a primeira coisa que queremos fazer, mas e quando os sentimentos se apoderam de nós ? 
Começamos a correr... agulhetas na mão.. e a população, toda ela grita para salvarmos as suas casas, os seus terrenos, aquilo onde trabalharam toda a vida.. mas sabem.. é gratificante, ve-los do nosso lado, a remarmos todos no mesmo sentido, para salvarmos o possivel, pois a população e todo o pessoal envolvente nas operações passa a ser a nossa familia enquanto estivermos naquele local. 
Podemos andar horas a fio, a lutar do lado da população, mas no fim, quando estamos prestes a partir, sabem o que é consulador, quando se chegam perto de ti, e te agradecem pelo trabalho que desenvolveste, quando te agradecem por teres lutado por eles, mesmo quando já estavas exausto, e podem ter a certeza que não existe dinheiro que pague isto, pois por vezes um simples OBRIGADO muda tudo.


"VIDA POR VIDA, é o nosso lema e nunca o deixará de ser"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Verdadeiro

festas e comemorações

ACMA - O voluntariado